Banner Ofertas


Banner Amazon

06/01/2024 15:44:13

Top 9 Melhores Livros de Emily Dickinson

Conheça a nossa seleção dos melhores livros da escritora americana Emily Dickinson com venda on-line.

Top 9 Melhores Livros de Emily Dickinson Emily Elizabeth Dickinson foi uma poetisa americana. Pouco conhecida durante sua vida, foi considerada uma das figuras mais importantes da poesia americana. Dickinson nasceu em Amherst, Massachusetts, em uma família proeminente com fortes laços com sua comunidade. Depois de estudar na Amherst Academy por sete anos em sua juventude, frequentou brevemente o Mount Holyoke Female Seminary antes de retornar para a casa de sua família em sua cidade natal. As evidências sugerem que Dickinson viveu grande parte de sua vida isolada. Considerada uma excêntrica pelos moradores locais, desenvolveu uma preferência por roupas brancas e era conhecida por sua relutância em receber convidados ou, mais tarde na vida, até mesmo em sair do quarto. Dickinson nunca se casou, e a maioria das amizades entre ela e outras pessoas dependia inteiramente de correspondência. Conheça a nossa seleção de melhores livros de Emily Dickinson.

1

Poesia Completa (Volume 1)

Este é o primeiro volume da poesia completa de Emily Dickinson, publicado em edição bilíngue pelas editoras da Unicamp e da UnB, com tradução de Adalberto Müller. A publicação traz notas explicativas e variantes (outras versões do mesmo poema) e, na margem das páginas, as alternativas (palavras ou expressões) que a autora anotava como possíveis substituições a serem feitas. Traz também um posfácio com apresentação dos aspectos editoriais relativos à transcrição dos poemas e referências que ajudam o leitor a compreender o contexto em que a obra foi produzida. Emily Dickinson deixou cerca de 1.800 poemas em mais de 30 anos de atividade literária. O segundo volume será publicado em 2021.

Ver Ofertas Ver Comentários

Poesia Completa (Volume 1)

2

Cem Poemas - Edição Bilíngue Português-Inglês

A poesia de Dickinson é marcada por uma peculiar gramaticalidade: inserção forçada de plurais, posições sintácticas invertidas, ou, muitas vezes, desrespeito pelos géneros, pelas pessoas ou pelas concordâncias verbais. E ainda necessário destacar da linguagem de Dickinson não só os desvios sintáctico-formais, mas ainda os desvios semânticos internos, aqueles que sustentam, pela ruptura, a arquitectura dos seus textos poéticos e que resultam numa linguagem críptica, compacta, plena de elipses, traduzida em textos que desafiam a tradição da poesia enquanto comunicação e oferecem à linguagem literária um lugar de destaque e autonomia mais próximo da estética que informa a poesia moderna. Excessiva, em relação ao seu tempo; excessiva, mesmo em relação ao nosso, pela opacidade de leitura e apreensão e pelas temáticas envolvidas. “Uma linguagem altamente desviante que arrisca tudo”, como defende David Porter, pois, “na extrema elipse e transposição, desbasta a armadura mesma do sentido”.

Ver Ofertas Ver Comentários

Cem Poemas - Edição Bilíngue Português-Inglês

3

Emily Dickinson: Não sou Ninguém - Poemas

Emily Dickinson nasceu em Amherst, Massachusetts, em 1830, e morreu na mesma cidade em 1886. Por volta de 1860, iniciou a fase madura de sua poesia e, salvo dez poemas divulgados em jornal, a obra de Emily só foi difundida após a sua morte. De intensa emoção concentrada, sua poesia é única e antecipatória em termos de densidade léxica e liberdade sintática. A primeira edição trazia 45 poemas e esta, revista e ampliada, traz 35 novas traduções.

Ver Ofertas Ver Comentários

Emily Dickinson: Não sou Ninguém - Poemas

4

Poemas Envelope

Poemas Envelope de Emily Dickinson.

Ver Ofertas Ver Comentários

Poemas Envelope

5

Alguns poemas

Emily Dickinson (1830-1886) nasceu, viveu e morreu na pequena cidade de Amherst, Perto de Boston, numa das regiões de tradição mais conservadora dos Estados Unidos do século XIX, e passou os últimos vinte anos em completa reclusão.Ao arrumar o quarto de Emily depois que ela morreu, sua irmã Lavinia encontrou uma gaveta cheia de pápeis em desordem. Eram dezenas de fascículos costurados e folhas soltas com uma grande quantidade de poemas, dos quais apenas dez haviam sido publicados, anonimamente e por iniciativa de terceiros, em periódicos regionais. Disposta a divulgar a obra da irmã, cuja magnitude até então desconhecia, Lavinia entrou em contato com Thomas higginson, influente crítico literário da época (hoje lembrado apenas por sua associação com a obra de Dickinson), que durante trinta anos renegou todos os versos que Emily lhe submetera, e uma obscura escritura, Mebel todd, que por cinco anos havia frequëntado a sua casa sem nunca chegar sequer a vê-la. Dessa parceria pouco promissora surgiu a publicação póstuma de um volume de poemas, seguida em pouco tempo de outras duas edições aumentadas, em vista da inesperada acolhida. Daí em diante a obra poética de Emily Dickinson, composta de quase 1.800 poemas, passou a ser reverenciada por uma crescente legião de leitores fiéis e críticos exigentes. Este livro, que registra a passagem dos 120 anos de sua morte, reúne 245 traduções, entre as quais, pela primeira vez, a de todos os “poemas do Brasil” (quatro poemas nos quais ela se refere ao nosso país). É a mais extensa coletânea já publicada entre nós da obra desta que é hoje considerada uma das maiores expressões poéticas de língua inglesa de todos os tempos e que ocupa um merecido lugar no cânon literário universal. Carlos Daghlian

Ver Ofertas Ver Comentários

Alguns poemas

6

Poemas escolhidos: 436

Esta antologia traz uma amostra das poesias de Emily Dickinson. São poemas sobre pequenas coisas do dia a dia e a fluidez do tempo, ora composições que tratam da morte e de tensões psicológicas.

Ver Ofertas Ver Comentários

Poemas escolhidos: 436

7

Um livro de horas

O chamado 'Livro de horas' constituía um gênero medieval, que continha orações e salmos para as diversas horas do dia. Em geral, vinha ornamentado por iluminuras, esses contornos de flores e volutas que, como bordados, circundavam os manuscritos. Angela-Lago procurou não perder isso de vista ao selecionar e traduzir os poemas de Emily Dickinson que compõem este livro.

Ver Ofertas Ver Comentários

Um livro de horas

8

A branca voz da solidão

Emily Dickinson realiza o máximo de magia com o mínimo de sons, tira todo o efeito possível do amplo estoque de palavras da língua inglesa, e com tudo isso guarda uma simplicidade de canção popular, uma ingenuidade infantil, ora travessa, ora magoada.

Ver Ofertas Ver Comentários

A branca voz da solidão

9

Loucas noites/Wild nights - 55 poemas/poems - edição bilíngue

Edição bilíngue - o original em inglês e tradução frente a frente - com os mais famosos e representativos poemas de Emily Dickinson 1830-1886, poeta americana que hoje desfruta de merecida fama, embora em vida tenha sido quase anônima. O livro éenriquecido por breves comentários de tradução e uma biografia da Autora.

Ver Ofertas Ver Comentários

Loucas noites/Wild nights - 55 poemas/poems - edição bilíngue

O Que Observar na Hora de Comprar?

  • Analise os preços das versões impressa e digital do livro, a versão eletrônica em alguns casos pode ser mais econômica.
  • Um mesmo livro pode ter diferentes versões impressas: capa dura, capa comum e edição de bolso com preços diferentes.
  • Se você for um leitor voraz, a assinatura do Kindle Unlimited pode ser um ótimo investimento. Com acesso a milhares de títulos, você pode explorar uma variedade de gêneros e autores sem custos adicionais.
  • Se você gosta de ouvir livros, considere assinar a plataforma de audiobooks Audible. A plataforma oferece milhares de títulos em audiobooks que são trocados por créditos que geralmente mais baratos que o preço de um livro.
  • Leia as avaliações e compare preço do livro em diferentes plataformas. Isso pode oferecer uma visão mais ampla sobre a qualidade e relevância assim como do preço do livro.


Posts relacionados


Posts mais recentes


Mais Pesquisadas


Mais lidas


Categorias


Banner Amazon