Banner Ofertas


Banner Amazon

06/01/2024 15:44:13

Top 10 Melhores Livros sobre a vida e a obra de John Maynard Keynes

Selecionamos os melhores livros sobre John Maynard Keynes com venda on-line.

Top 10 Melhores Livros sobre a vida e a obra de John Maynard Keynes John Maynard Keynes foi um economista britânico cujas ideias mudaram fundamentalmente a teoria e prática da macroeconomia, bem como as políticas económicas instituídas pelos governos. Ele fundamentou as suas teorias noutros trabalhos anteriores que analisavam as causas dos ciclos econômicos, refinando-as enormemente e tornando-se amplamente reconhecido como um dos economistas mais influentes do século XX e o fundador da macroeconomia moderna. O trabalho de Keynes é a base para a escola de pensamento conhecida como keynesianismo, bem como suas diversas ramificações.

1

O Tempo de Keynes nos Tempos do Capitalismo

A EDITORA CONTRACORRENTE tem o prazer de anunciar a segunda edição de O TEMPO DE KEYNES E OS TEMPOS DO CAPITALISMO, uma excepcional obra sobre o pensamento de John Maynard Keynes à luz da discussão econômica da atualidade. A obra que vinha esgotada em nossos estoques, foi finalista do Prêmio Jabuti em 2017, retornando ao mercado mais atual do que nunca. Com a crise financeira mundial de 2008, Keynes voltou ser amplamente debatido. No entanto, como bem salienta Sergio Lirio, redator-chefe da revista CartaCapital que assina o prefácio deste livro, as ideias de Keynes, embora intensamente debatidas, são ainda superficialmente aplicadas. Nesta obra, que já nasce clássica, o Prof. Luiz Gonzaga Belluzzo, um dos maiores economistas da atualidade, disserta sobre a atualidade da leitura de Keynes, a despeito de décadas de neoliberalismo. Em uma análise sucinta, porém densa e completa, retomam-se escritos do célebre economista inglês acerca de temas como poupança e investimentos e se desconstrói, sob o influxo da obra de Keynes, falácias amplamente reproduzidas acerca do capitalismo e de sua manutenção. Este livro prova a atualidade do keynesianismo para enfrentar não só as crises financeiras, como também toda a barbárie perpetrada em nome do dinheiro e do lucro.

Ver Ofertas Ver Comentários

O Tempo de Keynes nos Tempos do Capitalismo

2

O Tempo de Keynes nos Tempos do Capitalismo

Com a crise financeira mundial de 2008, Keynes voltou ser amplamente debatido. No entanto, como bem salienta Sergio Lirio, redator-chefe da revista CartaCapital que assina o prefácio deste livro, as ideias de Keynes, embora intensamente debatidas, são ainda superficialmente aplicadas. Nesta obra, que já nasce clássica, o Prof. Luiz Gonzaga Belluzzo, um dos maiores economistas da atualidade, disserta sobre a atualidade da leitura de Keynes, a despeito de décadas de neoliberalismo. Em uma análise sucinta, porém densa e completa, retomam-se escritos do célebre economista inglês acerca de temas como poupança e investimentos e se desconstrói, sob o influxo da obra de Keynes, falácias amplamente reproduzidas acerca do capitalismo e de sua manutenção. Este livro prova a atualidade do keynesianismo para enfrentar não só as crises financeiras, como também toda a barbárie perpetrada em nome do dinheiro e do lucro.

Ver Ofertas Ver Comentários

O Tempo de Keynes nos Tempos do Capitalismo

3

John Maynard Keynes

Paul Davidson, um dos principais economistas norte-americanos da escola de pensamento pós keynesiana, pretende, como linha condutora desta obra, convencer o leitor de que a análise econômica revolucionária de John Maynard Keynes, o maior pensador de economia do século XX, é a descrição mais exata da economia monetária empreendedora orientada para o mercado, e que o que passa por sabedoria econômica convencional não se aplica ao mundo em que vivemos hoje. Ao analisar o trabalho de John Maynard Keynes, Davidson explora os influentes textos desse grande vulto da economia contemporânea, seu legado teórico e o impacto que seu pensamento, consubstanciado em diversas obras que se tornaram clássicos, teve na economia do pós-guerra. Além disso, esclarece as controvérsias que permeiam o trabalho de Keynes e, de forma apaixonada, defende suas radicais inovações na teoria econômica.

Ver Ofertas Ver Comentários

John Maynard Keynes

4

Keynes e os pós-keyneasianos: princípios de macroeconomia para uma economia monetária de produção

Neste livro, Fernando Cardim de Carvalho verbalizou, de modo original, a visão de mundo de Keynes. Em particular, suas principais contribuições teóricas foram a definição dos princípios fundamentais que estabelecem o conceito de economia monetária da produção, a análise sobre tomada de decisões sob condições de incerteza não probabilística, o desenvolvimento de uma teoria de escolha de portfólio na qual a decisão de investimento é vista como uma entre várias estratégias possíveis de acumulação de riqueza e a teoria da preferência pela liquidez.Em sua palestra feita no Encontro, na UNICAMP ― onde fundou a Associação Keynesiana Brasileira, em 2008 ―, Fernando Carvalho disse que “há muitos anos é notada, com alguma surpresa, a forte influência do pensamento de Keynes e de seus seguidores sobre o pensamento econômico brasileiro”, sendo que “sem negar a aceitação do pluralismo acadêmico por vários economistas ortodoxos, é difícil negar que a preservação da liberdade de reflexão acadêmica do Brasil sempre dependeu muito mais da força dos praticantes de tradições independentes do que da abertura intelectual da ortodoxia”. Fernando Cardim de Carvalho foi, sem dúvida, quem mais contribuiu para tanto, em função de sua magistral contribuição teórica, liderança intelectual e ativa participação acadêmica no Brasil, tanto no ensino quanto em orientações e participações em congressos e encontros.Nos primeiros capítulos deste volume, o professor Carvalho estabelece com firmeza os elos metodológicos entre o conceito keynesiano de incerteza e a literatura pós-keynesiana em evolução, enquanto demonstra por qual motivo a abordagem IS/LM “keynesiana” de Hicks afastou-se da trilha analítica cautelosa que Keynes estabelecera. Nos capítulos seguintes, o professor Carvalho parte da literatura pós-keynesiana existente para recolocar a teoria macroeconômica na rota que Keynes traçou. O autor varre o entulho da abordagem clássica ao equilíbrio e, com isso, permite que a economia pós-keynesiana “se assuma”. O que temos aqui é um guia teórico da realidade da operação de uma economia monetária. Tanto estudantes quanto professores que desejem compreender e trabalhar em direção a uma solução pragmática para os prementes problemas econômicos do mundo real em que vivemos, em vez de vomitar obviedades ideológicas ou fazer jogos de palavras tautológicos, estarão em dívida com a lucidez da exposição que o professor Carvalho oferece neste volume. Ele nos forneceu um modelo de livro-texto para pôr estudantes de Economia em contato com a realidade do século XXI. – Paul Davidson Professor Emérito em Economia pela University of Tennessee.

Ver Ofertas Ver Comentários

Keynes e os pós-keyneasianos: princípios de macroeconomia para uma economia monetária de produção

5

Keynes x Hayek

Keynes x Hayek desvenda as origens e a herança do maior duelo econômico da história, entre John Maynard Keynes e Friedrich von Hayek. Dois dos maiores economistas da história, John Maynard Keynes e Friedrich von Hayek estiveram em lados opostos da maior batalha econômica de todos os tempos: se os governos deveriam ou não intervir nos mercados. Nas ruínas da Primeira Guerra Mundial, ambos estudaram o crescimento e a queda do ciclo de negócios, chegando a conclusões muito diferentes: Hayek achava que alterar o “equilíbrio natural” da economia resultaria em inflação galopante, enquanto Keynes acreditava que o desemprego em massa e a miséria que marcavam o fim de um ciclo poderiam ser encurtados com gasto governamental.Os dois discordariam pelo resto de suas vidas. E suas ideias ganhariam e perderiam o apoio de políticos – de Franklin Roosevelt a George W. Bush –, além de influenciar a vida e o sustento de milhões. Da Grande Depressão à Segunda Guerra Mundial, e da recuperação do pós-guerra aos dias atuais, o veterano jornalista Nicholas Wapshott examina, neste Keynes x Hayek, os animados debates entre esses dois gigantes do século XX cujas visões divergentes moldaram a ascensão e a queda de economias em todo o mundo

Ver Ofertas Ver Comentários

Keynes x Hayek

6

Uma Entrevista Com Adam Smith, Marx, Keynes E Friedman: 1

Neste livro, apresentamos algumas ideias que consideramos fundamentais para entender o pensamento de quatro grandes Homens - Adam Smith (1723-1790), Karl Marx (1818-1883), John Maynard Keynes (1883-1946) e Milton Friedman (1912-2006). Ora concordantes, quase sempre divergentes, sua leitura nos mostra o quanto é complexo, diferente e grandioso o pensamento humano e sua forma de interpretar o Mundo que o rodeia.Colocadas na forma de "entrevista," façamos de conta que as questões aqui levantadas estão sendo ditas por eles hoje. Sem dúvida, nos surpreenderemos ao ver muitas das suas ideias com uma atualidade notável, apesar de que nenhum dos quatro ainda esteja vivo.Em Adam Smith, Quem Foi Adam Smith e o Trabalho como agente central da teoria econômica, para ele a base da riqueza das nações e a medida real do valor de troca de todas as mercadorias.Em Marx desenvolvemos temas tais como quem Foi Karl Marx, O Marxismo e a Exploração do Homem Pelo Homem e O Colapso do Capitalismo. Em Keynes, quem Foi Keynes, a Evolução Histórica da Macroeconomia, A Formação da Macroeconomia, A Contribuição de Keynes e A Revolução Keynesiana.Em Milton Friedman, Quem foi Milton Friedman, O Papel da Política Monetária e O Papel do Estado na Economia."Conversemos," pois, com Adam Smith, Marx, Keynes e Friedman.

Ver Ofertas Ver Comentários

Uma Entrevista Com Adam Smith, Marx, Keynes E Friedman: 1

7

Keynes: Ensaios Sobre os 80 Anos da Teoria Geral

John Maynard Keynes (1883-1946) foi um economista britânico, cujas ideias mudaram fundamentalmente a teoria e a política econômica articulada pelos policymakers em diversos governos, não somente no século passado, mas, recentemente, após a crise financeira internacional de 2007-2008. Na década de 1930, Keynes revolucionou o pensamento econômico com as publicações de A Treatise on Money, 1930, e, principalmente, The General Theory of Employment, Interest and Money (GT), 1936. Em 2016, completam-se setenta anos da morte de Keynes e oitenta da publicação da GT. Assim, este livro, a partir de ensaios escritos por economistas nacionais e estrangeiros, visa, por um lado, apresentar a atualidade e importância das ideias de Keynes, e, por outro lado, mostrar os desdobramentos do pensamento keynesiano.

Ver Ofertas Ver Comentários

Keynes: Ensaios Sobre os 80 Anos da Teoria Geral

8

Keynes, crise e política fiscal - 1ª edição de 2012

John Maynard Keynes, economista britânico, tornou-se pessoa influente no cenário financeiro, econômico e jurídico por defender a teoria do intervencionismo estatal à época da grave crise financeira vivenciada na II Guerra Mundial. Diversos foram os autores que tentaram estudar as funções e a atuação do Estado, sob as mais variadas abordagens, tanto na economia, quanto nas outras ciências. Mas o economista britânico John Maynard Keynes não foi superado. Seu esforço e dedicação em entender como nasceram as grandes crises e, especialmente, em defender a ação estatal como meio de atenuar seu impacto definiram o seu papel na história, o que fez dele uma das personalidades mais importantes do âmbito econômico mundial. Neste trabalho, o autor visa resgatar as reflexões teóricas, os diagnósticos e proposições de John Maynard Keynes em torno das finanças públicas e da política fiscal.

Ver Ofertas Ver Comentários

Keynes, crise e política fiscal - 1ª edição de 2012

9

Teoria das finanças públicas no contexto do capitalismo: Uma Discussão com os Filósofos Economistas: de Smith a Keynes

Utilidade inegável a deste trabalho na medida em que nos ajuda a refletir a fundo sobre as questões complexas da função pública, num momento em que o senso comum e a simplificação indevida têm divulgado vulgaridades como a de que a economia do setor público é que nem a economia doméstica (das famílias) em que não se pode gastar mais do que se ganha, para não incorrer em déficit. ― do Prefácio, de José Carlos de Souza Braga.

Ver Ofertas Ver Comentários

Teoria das finanças públicas no contexto do capitalismo: Uma Discussão com os Filósofos Economistas: de Smith a Keynes

10

Teoria geral do emprego, do juro e da moeda

Keynes publicou o mais provocante livro de sua geração. Conhecida por todos os economistas como a Teoria Geral, a obra propõe uma grande discussão do ciclo comercial e uma nova abordagem para a determinação do nível de atividade econômica, dos problemas do emprego e do desemprego e das causas da inflação. É uma obra que tem moldado o ponto de vista até dos que não ouviram falar dela ou que acreditam que discordam dela. Um empresário que adverte que a diminuição da confiança representa um perigo para a economia é um keynesiano, quer o saiba, quer não. Um político que promete que os seus cortes de impostos vão gerar emprego ao dar dinheiro para as pessoas gastarem é um keynesiano, ainda que jure abominar a doutrina. Até os autoproclamados economistas da oferta, que afirmam ter refutado Keynes, acabam por recorrer a histórias inequivocamente keynesianas para explicarem por que motivo a economia caiu em determinado ano. As discussões sobre o livro permaneceram durante toda a vida do autor e continuam ainda hoje, mesmo com outros grandes autores subsequentes. Keynes e seu grande clássico permanecem vivos e ainda representam o ponto de virada entre a velha economia e a nova, a partir do qual cada geração de economista necessita de embasamento para tomar a sua inspiração e seu ponto de partida para novas tentativas para levar sua teoria à prática.

Ver Ofertas Ver Comentários

Teoria geral do emprego, do juro e da moeda

O Que Observar na Hora de Comprar?

  • Analise os preços das versões impressa e digital do livro, a versão eletrônica em alguns casos pode ser mais econômica.
  • Um mesmo livro pode ter diferentes versões impressas: capa dura, capa comum e edição de bolso com preços diferentes.
  • Se você for um leitor voraz, a assinatura do Kindle Unlimited pode ser um ótimo investimento. Com acesso a milhares de títulos, você pode explorar uma variedade de gêneros e autores sem custos adicionais.
  • Se você gosta de ouvir livros, considere assinar a plataforma de audiobooks Audible. A plataforma oferece milhares de títulos em audiobooks que são trocados por créditos que geralmente mais baratos que o preço de um livro.
  • Leia as avaliações e compare preço do livro em diferentes plataformas. Isso pode oferecer uma visão mais ampla sobre a qualidade e relevância assim como do preço do livro.


Posts relacionados


Posts mais recentes


Mais Pesquisadas


Mais lidas


Categorias


Banner Amazon