09/03/2021 17:54:53

As Top 10 Melhores Marcas de Celular de 2021 do mReviews

Inovação, confiabilidade, design listamos as melhores marcas de celular a venda no Brasil.

As Top 10 Melhores Marcas de Celular de 2021 do mReviews

Listamos o nosso top 10 das melhores marcas de celular pra você comprar sem ter dor de cabeça.

1

Apple

Apple Inc. é uma empresa multinacional norte-americana que tem o objetivo de projetar e comercializar produtos eletrônicos de consumo, software de computador e computadores pessoais. Os produtos de hardware mais conhecidos da empresa incluem a linha de computadores Macintosh, iPod, iPhone, iPad, Apple TV e o Apple Watch. Os softwares incluem o sistema operacional macOS, o navegador de mídia iTunes, suíte de software multimídia e criatividade iLife, suíte de software de produtividade iWork, Aperture, um pacote de fotografia profissional, Final Cut Studio, uma suíte de vídeo profissional, produtos de software, Lógica Studio, um conjunto de ferramentas de produção musical, navegador Safari e o iOS, um sistema operacional móvel. Em agosto de 2010, a empresa operava 301 lojas de varejo em dez países, e uma loja online onde os produtos de hardware e software são vendidos. Para além das Apple Store, a empresa possui as Apple Shops e as Apple Premium Resellers (APR's). As primeiras são pequenas áreas exclusivas à marca, devidamente sinalizadas e inseridas em operadores multimarca. As APR's são parcerias estabelecidas com empresários locais e são lojas exclusivas à marca e que disponibilizam toda a gama de produtos e serviços colocados ao dispor do cliente pela casa-mãe. Em maio de 2011, a Apple era uma das maiores empresas do mundo e a empresa de tecnologia mais valiosa do planeta, tendo ultrapassado a Microsoft. Em janeiro de 2012 a Apple passou a multinacional do petróleo ExxonMobil em valor de mercado e passa a ser a maior empresa de capital aberto do mundo No ano de 2016, ela foi ultrapassada pelo Google como marca mais valiosa do mundo, mantendo a vice-liderança, avaliada em 228 bilhões de dólares. Fundada em 1 de abril de 1976 em Cupertino, Califórnia, e incorporada 3 de janeiro de 1977, a empresa foi anteriormente denominada Apple Computer, Inc. nos seus primeiros 30 anos, mas retirou a palavra "Computer" em 9 de janeiro de 2007, para refletir a contínua expansão da empresa no mercado de eletrônicos de consumo, além de seu foco tradicional em computadores pessoais. Em setembro de 2010, a Apple tinha 46,6 mil empregados em tempo integral e 2 800 temporários empregados em tempo integral em todo o mundo e tinha vendas anuais mundiais de 65,23 bilhões de dólares. Por motivos tão variados como a sua filosofia de design estético completo até suas campanhas de publicidade distintas, a Apple estabeleceu uma reputação única na indústria de eletrônicos de consumo. Isso inclui uma base de clientes que se dedica à empresa e sua marca, especialmente nos Estados Unidos. A revista Fortune classificou a Apple a empresa mais admirada nos Estados Unidos em 2008, e do mundo em 2008, 2009 e 2010. A empresa também tem recebido críticas por seu contratos de trabalho, cuidado ambiental e práticas de negócios, incluindo as origens primárias dos materiais de base. No dia 2 de agosto de 2018, a Apple atingiu 1 trilhão de dólares em valor de mercado, a primeira empresa americana a chegar a este valor.

Saiba mais

Apple
2

Samsung

A Samsung foi fundada por Lee Byung-chul em 1938 como uma trading company. Nas três décadas seguintes, o grupo se diversificou em áreas como processamento de alimentos, têxtil, seguros, valores mobiliários e varejo. A Samsung entrou no setor de eletrônicos no final dos anos 1960 e nos setores de construção e construção naval em meados dos anos 1970; essas áreas impulsionariam seu crescimento subsequente. Após a morte de Lee em 1987, a Samsung foi separada em quatro grupos de negócios - Samsung Group, Shinsegae Group, CJ Group e Hansol Group. Desde 1990, a Samsung globalizou cada vez mais suas atividades e eletrônicos; em particular, seus telefones celulares e semicondutores se tornaram sua fonte de renda mais importante. Em 2017, a Samsung possuia o sexto maior valor de marca global. As indústrias afiliadas notáveis da Samsung incluem a Samsung Electronics (a maior empresa de tecnologia da informação do mundo, fabricante de eletrônicos de consumo e fabricante de chips medida pelas receitas de 2017), a Samsung Heavy Industries (a segunda maior construtora de navios do mundo medida pelas receitas de 2010),[4] a Samsung Engineering e a Samsung C&T (respectivamente as 13ª e 36ª maiores empresas de construção do mundo). Outras subsidiárias notáveis incluem a Samsung Life Insurance (a 14ª maior companhia de seguros de vida do mundo), a Samsung Everland (operadora do Everland Resort, o parque temático mais antigo da Coreia do Sul) e a Cheil Worldwide (a 15ª maior agência de publicidade do mundo, medida pelas receitas de 2012).

Saiba mais

3

Motorola

A Motorola, Inc. foi uma empresa de telecomunicações multinacional estadunidense fundada em 25 de setembro de 1928, baseada em Schaumburg, Illinois. Após ter perdido 4,3 bilhões de dólares entre 2007 e 2009, a empresa foi dividida em duas empresas públicas independentes, a Motorola Mobility e a Motorola Solutions em 4 de janeiro de 2011. A Motorola Solutions é considerada a sucessora direta da Motorola, Inc., sendo que a reorganização foi estruturada com a separação da Motorola Mobility da empresa. A Motorola planejou e vendeu equipamentos de infraestrutura de redes sem fio como estações base transmissoras de celular e amplificadores de sinal. Os produtos domésticos e para redes de radiodifusão da Motorola incluíam set-top boxes, gravadores de vídeo digitais, e equipamento de rede usado para transmitir a transmissão de vídeo, telefonia por computador, e televisão de alta definição. Seus consumidores empresariais e governamentais consistem principalmente de sistemas de voz sem fio e de banda larga (usados para criar redes privadas), e sistemas de comunicações públicos seguros como o Astro e o Dimetra. Esses negócios hoje fazem parte da Motorola Solutions. A Google vendeu a Motorola Home (a antiga empresa de cabo General Instrument) para o Arris Group em 2012. No dia 15 de agosto de 2011 foi anunciada a venda da Motorola Mobility para a Google por US$12,5 bilhões. Em 22 de maio de 2014, o CEO da Google Larry Page anunciou a venda da Motorola Mobility para a empresa chinesa Lenovo, por cerca de U$3 bilhões. A venda foi finalizada em 30 de outubro de 2014.

Saiba mais

Motorola
4

ASUS

A Asus foi fundada em Taipei em 1989 por T.H. Tung, Ted Hsu, Wayne Hsieh e M.T. Liao, todos os quatro tendo trabalhado anteriormente na Acer como engenheiros de hardware. Neste momento, Taiwan ainda não tinha estabelecido uma posição de liderança no negócio de hardware de computador. A Intel Corporation forneceria novos processadores para empresas mais estabelecidas, como a IBM primeiro, e as empresas taiwanesas teriam que esperar cerca de seis meses depois que a IBM recebesse seus protótipos de engenharia. De acordo com o histórico da empresa, a Asus criou um protótipo de placa-mãe para usar um Intel 486, mas teve que fazê-lo sem acesso ao processador real. Quando a Asus procurou a Intel para solicitar um processador para testá-lo, a própria Intel teve um problema com sua própria placa-mãe 486. A Asus resolveu o problema da Intel e descobriu-se que a placa-mãe da própria Asus funcionava corretamente sem a necessidade de mais modificações. Desde então, a Asus estava recebendo amostras de engenharia intel à frente de seus concorrentes. Em setembro de 2005, a Asus lançou a primeira placa aceleradora PhysX. Em dezembro de 2005, a Asus entrou no mercado de TV LCD com o modelo TLW32001. Em Janeiro de 2006, a Asus anunciou que cooperaria com a Lamborghini para desenvolver a série de laptops VX. Em 9 de março de 2006, a Asus foi confirmada como uma das fabricantes dos primeiros modelos Microsoft Origami, juntamente com a Samsung e a Founder Technology. Em 8 de agosto de 2006, a Asus anunciou uma joint venture com a Gigabyte Technology. Em 5 de junho de 2007, a Asus anunciou o lançamento do Eee PC na COMPUTEX Taipei. Em 9 de setembro de 2007, a Asus indicou suporte para Blu-ray, anunciando o lançamento de uma unidade pc de gravador BD-ROM/DVD, BC-1205PT. A ASUS lançou posteriormente vários notebooks baseados em Blu-ray. Em janeiro de 2008, a Asus iniciou uma grande reestruturação de suas operações, dividindo-se em três empresas independentes: Asus (focada em computadores e eletrônicos de primeira parte aplicados); Pegatron (focada na fabricação de placas-mãe e componentes; e Unihan Corporation (focada na fabricação de não-PC, como casos e moldagem).[15] No processo de reestruturação, uma reestruturação altamente criticada do plano de pensão efetivamente zerou os saldos previdenciários existentes. A empresa pagou todas as contribuições feitas anteriormente pelos funcionários. Em 9 de dezembro de 2008, a Open Handset Alliance anunciou que a Asus havia se tornado um dos 14 novos membros da organização. Esses "novos membros implantarão dispositivos Android compatíveis, contribuirão com código significativo para o Android Open Source Project ou apoiarão o ecossistema através de produtos e serviços que acelerarão a disponibilidade de dispositivos baseados no Android." Em 1 de junho de 2010, a Asus desligou a Pegatron Corp. Em outubro de 2010, a Asus e a Garmin anunciaram que encerrariam sua parceria com smartphones como resultado da decisão da Garmin de sair da categoria de produtos. duas empresas produziram seis smartphones da marca Garmin-ASUS nos últimos dois anos. Em dezembro de 2010, a Asus lançou o ultrabook mais fino do mundo, o Asus U36, com processador Intel de tensão padrão (não ULV - ultra low voltage) Intel core i3 ou i5 com uma espessura de apenas 19 mm. A Asus também lançou muitos smartphones baseados em Android, inicialmente com processadores Intel em vez de ARM e muitas vezes com dois slots sim. Atualmente, a Asus é muito influente em grandes mercados móveis como Índia, China e outros países asiáticos. É conhecida como a série ZenFone. Antes da linha ZenFone, a Asus lançou feature phones como o Asus v70 e smartphones rodando no Windows Mobile durante meados dos anos 2000.

Saiba mais

ASUS
5

Huawei

A Huawei Technologies Co. Ltd. é uma empresa multinacional de equipamentos para redes e telecomunicações sediada na cidade de Shenzhen, província de Guangdong, na China. É a maior fornecedora de equipamentos para redes e telecomunicações do mundo, tendo ultrapassado a sueca Ericsson em 2012. Em 2017, a Huawei foi eleita a segunda marca chinesa com maior presença global, segundo o ranking BrandZ, atrás apenas da Lenovo. A Huawei foi fundada em 1988 por Ren Zhengfei e é uma empresa proprietária. Suas atividades principais são pesquisa e desenvolvimento, a produção e o marketing de equipamentos de telecomunicações, e o fornecimento de serviços personalizados de rede a operadoras de telecomunicações. Em 2013, a companhia faturou US$ 39,46 bilhões no mundo e US$ 1,5 bilhão no Brasil. No mesmo ano, fechou parceria com o Centro de Pesquisa e Desenvolvimento em Telecomunicações (CPqD) para pesquisa e desenvolvimento de software. Jason Zhao é o CEO da Huawei no Brasil desde julho de 2014. A empresa chinesa no final do mês de outubro começou a patrocinar o clube brasileiro de futebol Santos. A empresa já patrocina os seguintes clubes: Arsenal, América do México, Atlético de Madrid, Boca Juniors, River Plate, Borussia Dortmund, Paris Saint-Germain, Galatasaray, Sport Lisboa e Benfica.

Saiba mais

Huawei
6

LG

O Grupo LG (엘지 그루프) foi fundado na Coreia do Sul, em 1947 Ainda com o nome GoldStar, a empresa coreana foi a responsável por inúmeras inovações nas suas áreas de intervenção. Assim, um ano após a sua fundação apresentou o primeiro rádio (A-501) fabricado na Coreia do Sul e, nos anos seguintes, produziu os primeiros telefones, frigoríficos e televisores coreanos. Em Março de 1968, a GoldStar estabelece a sua primeira filial fora do país, em Nova Iorque, e em setembro do mesmo ano, produz o primeiro ar condicionado coreano, bem como inicia a fabricação de elevadores e escadas rolantes. Dez anos depois, a empresa coreana não para de crescer e atinge exportações no valor de 100 milhões de dólares americanos. Em Dezembro de 1991 as exportações de eletrodomésticos ultrapassaram os 2 bilhões de dólares americanos. Televisão LG Time Machine 2 Em janeiro de 1992 a GoldStar funde-se com a Goldstar Components e, três anos mais tarde, com a GoldStar Communications. Em março de 1995, o seu nome é alterado para Lucky Goldstar (LG) Electronics. Ainda nesse ano, a empresa adquire a norte-americana Zenith. Em 1998 desenvolve a primeira Tv de plasma 60’’. Em 1999, a LG Electronics desenvolve e comercializa a primeira televisão digital coreana e no ano seguinte funda-se com a LG Information & Communications. No primeiro ano do século XXI, a LG e a Philips fazem uma joint-venture para produzirem os monitores LG Philips. Ainda em 1999, a LG junta sua divisão de elevadores com a Otis Elevator Company, assim sendo, o nome dessa divisão muda para LG-OTIS Elevator Company. Em 2003, a LG entrou no mercado Norte Europeu e Oriente Médio de GSM. Tornou-se a maior fabricante global de CDMA. Em 2005, desenvolveu o primeiro dispositivo 3G UMTS DMB do mundo, baseado em DVB-Hand Media FLO Funda a LG-Nortel, uma joint-venture entre a LG Electronics e a Nortel Networks, com o objetivo de criar tecnologias e soluções de dados e voz. Em 2006, a divisão de elevadores é totalmente adquirida pela Otis Elevator Company, que transforma esta divisão em uma subsidiária de suas operações na Coréia do Sul, hoje conhecida como SIGMA Elevator Company.

Saiba mais

LG
7

Xiaomi

A Xiaomi foi fundada em 2010. Xiaomi e MI são duas empresas diferentes, no entanto, elas produzem a MI e Redmi em colaboração entre si; a logo "MI" da Xiaomi é uma abreviação de "Mobile Internet" (internet móvel) desde que a Xiaomi foi fundada para ser a primeira empresa de tecnologia móvel. A Xiaomi tem um total de 16911 funcionários em tempo integral. A maioria está baseada em Pequim, na China continental, enquanto os outros estão divididos entre a Índia, Taiwan, Indonésia e Hong Kong. Xiaomi é uma empresa multinacional chinesa do ramo da tecnologia e manufatura de produtos eletrônicos com sede em Pequim. A Xiaomi desenvolve, investe, produz e distribui smartphones, notebooks, smartbands, fones de ouvido, televisões, dispositivos para casas inteligentes, e muitos outros produtos. O fundador e diretor-executivo da empresa é Lei Jun, a 25ª pessoa mais rica da China, segundo a Forbes. A empresa vendeu mais de 60 milhões de telefones celulares em 2014. Segundo a IDC, a Xiaomi vendeu 32.7 milhões de smartphones no terceiro trimestre de 2019. A empresa tem 16911 funcionários, principalmente na China, Malásia, e Singapura, e está a se expandir mundialmente, como Índia e Indonésia, e nas Filipinas. Segundo a Bussiness Insider, atualmente a Xiaomi é 5.ª maior fabricante de Smartphones do Mundo, com uma fatia de 10% do mercado global de Smartphones. Segundo a IDC, a Xiaomi é possui a 4ª maior fatia do mercado global de Smartphones. No final de novembro de 2014, tornou-se a empresa recém-lançada de tecnologia mais valiosa do mundo depois de ter recebido 4,1 bilhões de dólares de financiamento por parte dos investidores, fazendo com que valorizasse para mais de 46 bilhões de dólares. Em 2017, a Xiaomi foi eleita pelo ranking BrandZ como a 5.ª marca chinesa com maior presença global, atrás da Lenovo, Huawei, Alibaba e Elex Tech.[18] Em junho de 2019, a Xiaomi entrou pela primeira vez no ranking das 100 Marcas Mais Valiosas do Mundo, ocupando a 74ª colocação.

Saiba mais

Xiaomi
8

Nokia

A Nokia Corporation é uma empresa multinacional finlandesa fundada em 1865, de insfraestruturas de telecomunicações, tecnologia de telecomunicações e tecnologia de consumo. A Nokia tem sede em Keilaniemi, Espoo, cidade vizinha a Helsínquia, capital da Finlândia. Foi líder de mercado indiscutível e ininterruptamente, desde 1997 até 2012, sendo que em 2008 detinha aproximadamente 40% do mercado de telemóveis e smartphones . Em 2018, a Nokia empregava 102,761 pessoas, em 100 países, operava em mais de 150 e tinha receitas anuais de cerca de 12,73 mil milhões de euros. A empresa transaciona as suas ações na Helsinki Stock Exchange e na New York Stock Exchange, tendo sido considerada a 415.ª maior empresa mundial em 2016, de acordo com as suas receitas, pela Fortune Global 500. Faz ainda parte do índice Euro Stoxx 50. A companhia focou-se em vários ramos de negócios ao longo dos seus mais de 150 anos de história. Originalmente, começou como uma fábrica de papel, focando-se atualmente em infraestruturas de telecomunicações, sendo um dos três grandes players mundiais na indústria. A par do anterior foca-se também no desenvolvimento de tecnologia avançada e licenciamento de patentes. A Nokia é também um dos maiores contribuintes para o setor de telefonia móvel, tendo ajudado a desenvolver as redes standard de GSM e LTE, e sido também, por um grande período de tempo, a maior fabricante de telemóveis no mundo, bem como de smartphones, inicialmente com o sistema operativo Symbian OS, posteriormente lançou o Nokia N9, o único smartphone com o seu novo sistema operativo MeeGo, desenvolvido de raiz pela própria Nokia, muito aclamado pela crítica sendo um sucesso comercial, contudo que em 2012 veio a ser ultrapassada pelos seus rivais, estando já a utilizar o sistema Windows Phone da Microsoft desde 2011, em exclusividade. As vendas de celulares e o valor de suas ações em Bolsa vieram a cair a pique, pelo que a divisão de dispositivos e serviços da empresa começou a apresentar elevados prejuízos para toda a corporação. Por isso, o quadro de diretores da empresa acordou, a 3 de setembro de 2013, a venda da divisão de aparelhos móveis da Nokia por cerca de US$ 7,2 mil milhões de dólares à Microsoft. A Microsoft passou a controlar a Divisão de Dispositivos e Serviços da Nokia a partir do dia 25 de abril de 2014, que foi renomeada de Microsoft Mobile Oy.Em outubro de 2014, a Microsoft anunciou que o Nokia Lumia 730/735 e o Nokia Lumia 830 seriam os últimos smartphones fabricados pela empresa a ostentar o nome Nokia. A marca finlandesa continuou, no entanto, a ser utilizada nos celulares básicos. Desde a venda da sua divisão de celulares, a Nokia começou a dar mais foco ao seu negócio de infraestruturas de telecomunicações, marcado pela venda da divisão HERE, e pela compra da Alcatel-Lucent, por 15,6 mil milhões de euros, tornando-se a maior fornecedora mundial de equipamentos móveis. A par disto, a companhia desenvolveu o seu negócio de patentes e tecnologia avançada, focando-se na realidade virtual, com o lançamento da primeira câmara especialmente concebida para o efeito, o OZO, e na aposta em tecnologia da saúde, com a compra da empresa francesa Withings, por exemplo. Mais recentemente, a Nokia anunciou o regresso ao mercado de celulares ao abrigo de um acordo de licenciamento de marca e de patentes à HMD Global. Fundada por antigos funcionários da Nokia, localizada no mesmo parque empresarial da Nokia, a HMD Global comprometeu-se a fazer renascer a mítica marca de celulares, com a primeira apresentação de novos dispositivos no dia 26 de fevereiro de 2017, no MWC2017. Em 2020 a marca Nokia, já se encontrava no top 10 no ranking mundial de vendas de smartphones, bem como no top 5 no mercado europeu, sendo o segundo maior fabricante do mundo de feature phones.

Saiba mais
Nokia
9

OnePlus

A OnePlus foi fundada em 16 de dezembro de 2013 pelo ex-vice-presidente da Oppo, Pete Lau e Carl Pei. De acordo com a documentação do governo chinês, o único acionista institucional da OnePlus é a Oppo Electronics. Lau negou que a OnePlus era uma subsidiária integral da Oppo e afirmou que a Oppo Electronics e não a Oppo Mobile (fabricante do telefone) é uma grande investidora da OnePlus e que estão "conversando com outros investidores" (embora nada tenha sido anunciado encontro). O principal objetivo da empresa era projetar um smartphone que equilibrasse a qualidade de ponta com um preço mais baixo do que os outros celulares de sua categoria, acreditando que os usuários "nunca se conformariam" com os dispositivos de menor qualidade produzidos por outras empresas. Lau explicou que "nunca seremos diferentes apenas por sermos diferentes. Tudo o que é feito tem que melhorar a experiência real do usuário no uso diário". Ele também mostrou aspirações de ser o "Muji da indústria de tecnologia", enfatizando seu foco em produtos de alta qualidade com projetos simples e fáceis de usar. Continuando a associação de Lau com a plataforma da Oppo N1, a OnePlus firmou um acordo de licenciamento exclusivo com a Cyanogen Inc. para basear a distribuição Android de seus produtos em uma variante da popular ROM CyanogenMod e usar suas marcas registradas fora da China. A empresa lançou seu primeiro dispositivo, o OnePlus One, em 23 de abril de 2014. Em dezembro de 2014, juntamente com o lançamento do OnePlus One na Índia exclusivamente através da Amazon, a OnePlus também anunciou planos para estabelecer uma presença no país, com planos para abrir 25 centros oficiais de serviço walk-in em toda a Índia. Em abril de 2014, a OnePlus contratou a Han Han como embaixadora de produtos na China continental. Em 9 de março de 2014, a empresa expandiu suas operações para a União Europeia. Em julho de 2018, o OnePlus está nos seguintes 34 países e regiões: Austrália, Áustria, Bélgica, Bulgária, Canada, China, Croácia, Chipre, República Checa, Dinamarca, Estônia, Finlândia, França, Alemanha, Grécia, Hong Kong, Hungria, Índia, Irlanda, Itália, Letônia, Lituânia, Luxemburgo, Malta, Países Baixos, Colonia, Portugal, Romania, Espanha, Eslováquia, Eslovênia, Suécia, Reino Unido e nos Estados Unidos.

Saiba mais
OnePlus
10

Positivo

Positivo Tecnologia (anteriormente conhecida como Positivo Informática) é uma empresa brasileira, localizada em Curitiba, que faz parte do Grupo Positivo. A empresa é a décima maior fabricante de computadores do mundo, além de produzir softwares educacionais, jogos eletrônicos, set-top box para a televisão digital brasileira e, atua no mercado de dispositivos para automação comercial, tablets, celulares e smartphones. Fundado em 1989 com a ajuda do engenheiro Hélio Rotenberg, a empresa iniciou sua produção de computadores para suprir a necessidade de PC's dos clientes do Grupo Positivo, ou seja, escolas parceiras da empresa. Em 22 de dezembro de 2009 a Positivo Tecnologia incorpora a Kennex (Boreo Comércio de Equipamentos Ltda), ampliando a linha de equipamentos, visando atender o publico das classes C e D.[10]

Saiba mais
Positivo

Posts relacionados


Posts mais recentes


Mais Pesquisadas


Mais lidas


Categorias